Cantinho da Flor

Para Quem Quer Qualidade de Vida

Papo Beleza Pura!

“O importante é vivenciar o lazer em sua plenitude, sem maiores teorizações.”

Entrevista com Nelson Carvalho Marcellino, teórico do lazer, professor doutor na Universidade Metodista de Piracicaba

Por Gabriela Olivar


Hoje, o pesquisador acredita que lazer e cultura não se separam e defende a execução de políticas públicas sociais efetivas nessa área. Para Marcellino, trabalhar com diversão e qualidade de vida não é coisa do futuro, a era do lúdico já chegou.

Nelson Carvalho Marcellino, ou apenas Marcellino, para os “íntimos” leitores, estudantes, pesquisadores e curiosos que lêem seus livros e artigos e se baseiam nos seus ideais de lazer, liberdade e criatividade. Esse é o sociólogo de 56 anos, pessoa simples e simpática, que nasceu e vive no interior de São Paulo e conheceu o pioneirismo dos estudos em lazer e recreação no Brasil. Dentro da preocupação com a qualidade de vida, Marcellino contou, em um bate-papo com a Beleza Pura!, que uma das formas de se sentir mais feliz e completo é plantando árvores.

BELEZA PURA!: Marcellino, em que momento de sua formação acadêmica o senhor começou a estudar o lazer?

MARCELLINO: Foi após a conclusão da licenciatura e do bacharelado em Ciências Sociais, quando comecei a trabalhar profissionalmente, no Serviço Social do Comércio (SESC), na época, pioneiro nos estudos do lazer no Brasil. Depois, continuei esses estudos no Mestrado em Filosofia, na PUC de Campinas, e no Doutorado em Educação e na Livre docência em Educação Física – Estudos do Lazer, ambos na UNICAMP.

BELEZA PURA!: Quando perguntamos às pessoas a definição de lazer, quase sempre obtemos uma resposta. Esses conceitos são pouco elaborados, mas dão uma idéia da sensação que cada um tem quando se trata de tempo livre. Afinal, todo mundo sabe o que é lazer ou a definição correta fica restrita aos acadêmicos?

MARCELLINO: Não existe uma definição correta ou incorreta. Ou melhor, não existe uma definição certa ou errada. O que se usa no mundo acadêmico, para efeito de pesquisa, ou no mundo profissional, para efeito de planejamento, são conceitos operacionais, que auxiliam, como o próprio nome já diz, nos trabalhos de pesquisa ou de planejamento. Para o cidadão, o importante é vivenciar o lazer em sua plenitude, sem maiores teorizações.

BELEZA PURA!: Nos escritos sobre o lazer, é comum encontrarmos que o homem deve ter menos horas de trabalho e mais tempo livre para se divertir e se desenvolver enquanto indivíduo. Mas há aqueles que defendem com unhas e dentes que sentem prazer em trabalhar, chegando a afirmar que “o meu trabalho é meu lazer”. Qual a sua opinião sobre isso? O lazer só existe fora do trabalho?

MARCELLINO: Uma minoria da população pode escolher o seu trabalho e sentir prazer nele, mas nem por isso o trabalho deixa de ser uma obrigação. Poderíamos dizer que o trabalho dessas pessoas é permeado pelo componente lúdico da cultura. Mas, ainda assim, está no terreno das obrigações profissionais e, assim, não pode ser considerado lazer. O lazer é a cultura, a manifestação humana que ocorre no tempo disponível das pessoas, fora das obrigações, com determinadas características de atitude como a “liberdade de escolha”, o prazer e o “descompromisso”.

BELEZA PURA!: Que perfil devem ter pesquisadores e profissionais que atuam nessa área?

MARCELLINO: O perfil dos pesquisadores é o mesmo de quaisquer outras áreas, e os profissionais devem ter uma sólida cultura geral, exercício constante da reflexão e o domínio de pelo menos um dos conteúdos culturais do lazer: físico-esportivo, turístico, manual, social, artístico e intelectual. Há aqueles profissionais que se dedicam ao planejamento e gerenciamento, que devem ter conhecimentos específicos nesses setores.

BELEZA PURA!: Diz-se, em revistas e na televisão, que lazer e entretenimento são as “profissões do futuro”. Qual a sua opinião sobre esse segmento?

MARCELLINO: São profissões já do presente. A demanda por profissionais da área do lazer vem aumentando a cada ano.

BELEZA PURA!: A Constituição Brasileira de 1988 prevê o lazer enquanto direito social, tanto quanto a moradia, a educação, a saúde e a segurança. Como o senhor acha que o poder público trata disso?

MARCELLINO: As coisas estão melhorando, mas ainda há muito a ser feito, desde a destinação de verbas tanto nos âmbitos federal, municipal e estadual, quanto no tratamento dado à questão, que deve se contrapor ao da indústria cultural, e que na maioria das vezes se confunde com ela.

BELEZA PURA!: O senhor é do tipo de pesquisador que vivencia o que defende ou esse papo de que “lazer é importante, vamos trabalhar menos” fica só na teoria?

MARCELLINO: Faço o meu lazer de acordo com as minhas preferências, que incluem minhas séries de TV favoritas, cinema, teatro, caminhadas, conversas com amigos, ouvir música, freqüência a bares e restaurantes, etc.

Alguns dos livros de Nelson Carvalho Marcellino:

– Lazer e Humanização

– Lazer e Educação

– Pedagogia da Animação

– Introdução às Ciências Sociais

– Lazer: formação e informação profissional (Org.)

– Lazer & Empresa: múltiplos olhares

– Repertório de atividades de recreação e Lazer (Org.)

– Formação e desenvolvimento de pessoal em lazer e esporte (Org.)

– Lazer e Recreação: repertório de atividades por fases da vida (Org.)

– Como fazer projetos de lazer – elaboração, execução e avaliação

– Lazer e Recreação: repertório de atividades por ambientes (Org.)

– Estudos do Lazer – uma introdução

– Políticas Públicas Setoriais de Lazer (Org.)

– Lazer & Esporte: Políticas Públicas (Org.)

– Para tirar os pés do chão – corrida e associativismo

– Lúdico, educação e educação física (Org.)

Anúncios

3 Comentários»

  Lourdes wrote @

Sem dúvida, uma grande entrevista para um grande teórico!
Estão de parabéns pela revista!

  juliana wrote @

simplesmente na minha opiniao o melhor
so superado por dumazedier

  Daniella Marchese wrote @

Dumazedier está a seu tempo assim como o Professor Marcelino. Apesar da visão comtemporanizada que Dumazedier empregava em sua contextualização do lazer, podemos entender que a seu tempo, ambos autores são importantíssimos.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: