Cantinho da Flor

Para Quem Quer Qualidade de Vida

Divã da Flor

Os amantes – A busca pelo amor

“O sexo é a semente, o amor é a flor, compaixão é a fragrância.”

Por Flor Atirupa

Carta VI Os amantes – tarô zen de Osho. “Quando o seu amor não é apenas um desejo pelo outro, quando o seu amor não é apenas uma necessidade, quando o seu amor é um compartilhar, quando seu amor não é de um pedinte, mas de um imperador, quando o seu amor não está pedindo nada em troca, mas está pronto para dar apenas — dar só pela total alegria de dar –, então, acrescente a meditação a ele, e a pura fragrância é exalada. O sexo é a semente, o amor é a flor, compaixão é a fragrância.”

Neste passo da viagem do “Eu” você encontrará o amor. A relação com o outro aqui é determinante para seu aprendizado.

Amantes… você e o outro encontrarão a divindade de um ser espelho do outro. Aqui você não está separado do que vê, de quem estar ao seu lado, de tudo em sua volta.

Estar só neste ponto da caminhada pode ser sinônimo de solidão e não de solitude. Pode ser sofrimento, dor de abandono e sensação de exclusão, mas… deve ser o início da revelação do amor por si, você sendo o bastante para si mesmo.

O amor inicia-se de dentro para fora. Sempre!

Assim, você pode perguntar: Mas então qual a importância do outro para encontrar o amor se o encontrarei dentro?

De paixão falam os poetas e os corpos suados.

Da fraternidade fala a mãe, o bicho de estimação, a flor.

Da compaixão falam os mestres, os iluminados… os salvos.

Aqui, o outro pode assumir tais papéis e refletir você em todos esses níveis de sentir que estão (ou não) dentro de você. Essa é a importância, o outro motiva esse encontro consigo mesmo, além, ele pode catalisar transformações importantíssimas para o seu encontro com o amor.

Perguntas como:

O que é apaixona-se?

O que é o amor?

O que é amar ao ponto de liberar?

O que amar sem pedir em troca?

O que é amar sem condição?

O que é compaixão?

Essas perguntas levantadas chegam a ser inquietantes, mas não posso responder por você… essas respostas são vivenciais e não elaboradas, fórmulas a serem seguidas, nem muito menos mistério a ser revelado por palavras, mas canção a ser cantada dentro do seu coração… Silêncio a ser gozado, encontro com Deus….

A busca pelo parceiro ideal, busca pela felicidade a dois é confundido com a busca pelo o amor… Amor é mais que o sonho de encontrar o príncipe ou a princesa encantada. O amor é nos receber o suficiente para estarmos feliz consigo e disposto a compartilhar este amor com o outro.

Fazer sexo também pode ser confundido com amor, e esse talvez seja um dos maiores erros de projeção do homem, pois no sexo você pode sim elevar-se ao encontro com o amor, mas ele é o início e não o meio ou o fim.

Amar os filhos para alguns também é um engano de entendimento sobre o amor, pois pais em muitos casos projetam nos filhos o que eles gostariam de ser, de alcançar e amar é acolher nossas escolhas de dentro e de fora e isso exige amar filhos independente de suas escolhas profissionais, sexuais, religiosas ou estilos de vida.

Permita-se a auto- aceitação e será aceito.

Apaixone-se pela vida e a vida estará entregue.

O outro só te dará o que ele também tem.

Você só receberá o que você já tem.

É simples.

Amar é simples… viver no amor também…

Neste passo o mais importante é não ter medo do espelho, observar sem reagir e deixar os milagres do amor dissolver qualquer dogma, qualquer estória encantada, qualquer ilusão… Aqui o que vale é dar a si a oportunidade de receber, a oportunidade de doar, de experenciar que tanto a primeira experiência é igual a segunda: amar é entender que receber e doar são as mesmas coisas.

Anúncios

No comments yet»

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: