Cantinho da Flor

Para Quem Quer Qualidade de Vida

Gratidão

Agradecer é um estado harmônico de corpo, mente e alma com Deus. E entendo que esse estado não é fácil de ser acessado. Estamos sempre sentindo que algo está faltando, que algo está doendo, que algo está para acontecer para melhorar nossas vidas.

Somos escravos da falta.

Oramos pedindo a Deus isso, aquilo, por alguém, por uma causa e pode até sair um “obrigada”, mas observe que a intenção mas forte é de pedir para algo acontecer.

Até quando vamos ser escravos da falta?

Freud fala da pulsação. Acordamos todos os dias com a pulsação por algo, para atingirmos algo, aí está o desejo, o ego. É ele quem quer e que não quer para nossas vidas e vivemos numa constante fome. Fome por uma graduação, por uma casa, por um companheiro, por um filho, por uma viajem, por paz, por emagrecer, por alisar o cabelo, por vingança, por resolver uma culpa, ou por suplicar perdão a quem humanamente ferimos ou por um salário melhor, enfim, são imensuráveis os nossos desejos.

Encontrei uma conhecida e ela me perguntou como eu estava e eu respondi ”Linda, feliz!!” e ela pediu” Ai, Flor, então diz o que está acontecendo com você, casou, ganhou na loteria?” eu ri e respondi ”Compartilho sim, estou linda e feliz pela respiração que tenho, olha esse céu lindo, feliz por que te encontrei , por que estou aqui trabalhando e isso num é motivo pra me sentir linda e feliz?”

Ela foi mudando o rosto… Cada frase que eu dizia a expressão dela caia chão a baixo, pois sei que tudo que me fazia feliz ela também tinha e me devolveu ” Ai, Flor, pois me diz o que você bebeu para ver dessa forma por que também tenho tudo isso e não estou me sentindo como você tá não”

E fui direta “Bebi a água da gratidão” dei um abraço nela e entrei na reunião que eu estava para iniciar. Não sei o que exatamente, mas sei que ela é escrava da falta. Confesso que sei o quanto foi difícil chegar na fonte da água da gratidão. Tive muitas lutas com meu ego e principalmente com a minha mente. Eles ditavam o que eu devia ou não devia buscar para ser feliz. E nossos conflitos não terminaram, mas eu já decidi que quem manda na minha pulsação sou eu, o meu coração.

Como humana que sou também tenho meus desejos, minhas metas, mas elas não são determinantes para eu estar linda e feliz. Elas deixam minha vida mais rica, mas cheia de adrenalina e me acompanham na minha evolução, afinal, nem sempre ganho tudo que desejo.

Hoje, depois de tanta terapia, meditação e conversas com Deus entendi sobre agradecimento. Particularmente sou imensamente agradecida pelo ar que respiro, pelos amigos que tenho, pela família amorosa que venho, agradecida pelos meus talentos, pela minha missão nessa fase da minha evolução, sou agradecida pelo Zeca, meu cachorro incondicional, pelo meu trabalho que me dá estimulo e dinheiro, sou agradecida pelo céu, pelas estrelas, pelo sol, pela lua, Árvores, frutas, verduras, água, pássaros, mar, tecnologia, pelos cosméticos que uso, pelo coração que tenho onde posso ouvir o silêncio de Deus e tudo isso me deixa linda e feliz.

Entendo que se estamos vivos então temos muita coisa para experenciar e que isso por si só já é motivo de gratidão. O que vamos fazer com as nossas vidas vai receber influencia se estamos gratos ou não por ela, pois se estamos em celebração tudo vai fluir em celebração, toda a oportunidade passa a ser sagrada, todos os “sim” são comemorados, todos os “ não” são também comemorados e quando existe gratidão estamos livres…

Anúncios

Casa

Sua casa fica onde?

Fora de você?

Dentro?

Ela está numa rua? Num bairro? Numa cidade?

No seu interior?

Antes de tudo vale perguntar: o que é uma casa…?

Casa é abrigo. É nela que nos sentimos seguros e identificados. Qualquer lugar pode ser a sua casa com tanto que esse lugar te abrigue. Onde você mora pode não ser sua casa. Debaixo de uma árvore pode ser a sua casa.

Abrigo é segurança. Como você se sente seguro?O que sua casa precisa ter para ser sua casa?

Já faz alguns anos que minha vida é um contínuo deslocamento. Vivo de malas prontas e morando em hotéis, em apartamentos, em ocas, em flats, kit-nets, compartimentos com telhados, quintais, jardins, portões, muros e varandas. Mas sempre me perguntei se eu estava em casa.

Sempre me perguntam onde é minha casa. Para facilitar falo onde moro. Falo a cidade e as pessoas perguntam em que parte da cidade. Todos pedem referencia de uma coisa que não sei se tenho para dá-los.

Poucos dias atrás descobri que tenho casa sim. Entendi sobre abrigo para entender sobre casa. Para cada pessoa o significado de abrigo é singular, talvez, mas uma coisa imagino que seja singular para todos nós, abrigo significa estar onde nos sentimos em paz. Reconheci minha casa interior e minha casa exterior. Ambas são a mesma. Precisei meditar muito, conflitar muito, questionar muito, criar expectativas, desiludir-me, chorar em busca dela, acreditar que estava nela e nada passar de castelo de areia, enfim, silenciei e encontrei.

Eu morava em Natal, trabalhava em Rondônia, estudava em Belo Horizonte e passava férias em Fortaleza ao lado dos meus pais. E sempre me perguntavam onde ficava minha casa. Hoje moro no interior do Rondônia, na cidade de Vilhena, trabalho viajando nas cidades deste Estado, continuo estudando em BH e passando férias em Natal e Fortaleza. Minha casa fica onde? Onde estou no momento presente. Minha casa sou eu…

Para mim o abrigo foi revelado dentro de mim. Eu estava sempre buscando segurança em alguém, num lugar, num objetivo a alcançar. Hoje entendo que vou continuar buscando companhias de amor, lugares agradáveis, e realizações de projetos pessoais e profissionais, mas entendi que a minha casa é o meu silêncio que me abriga e coloca pra fora meus medos, minhas carências, angustias e me acolhe em luz, em beleza e na minha boa companhia.

Fora de mim estou sempre procurando luz… Minha casa sempre tem janelas. A beleza de um jardim, de quadros, de uma vista inspiradora está sempre no meu lar e faço questão de cuidar dela, amando cada cantinho, deixando tudo limpo nem sempre organizado, mas respeitando as leis da minha boa convivência. Zeca, meu cachorro está sempre comigo, fotos dos meus amigos e da minha família estão sempre espalhados por toda a casa, uma boa comida na mesa, um bom café pra receber os amigos, taças de vinho para compartilhar com meu homem, um vazo de flores no centro da casa, um tapete confortável p meditar, uma rede na varanda, livros que gosto de ler ao meu alcance, água, luz, e ar por toda a casa, cores alegres nas paredes, e o silêncio dentro e fora me acolhe… Permitindo-me sentir em casa onde quer que eu esteja.

Um abraço cheio de carinho e abrigo,

Flor

Olho de sogra

Vocês conhecem o docinho “olho de sogra?

Ele é uma massa feita de leite condensado e coco cozida no fogo. Após a massa ficar no ponto é feito bolinhas e o docinho é finalizado com um pedaço de ameixa seca por cima. Fica um olho e bem grande como um olho de sogra.

Devido seu nome é complicado dizer “Nossa, como eu gosto de olho de sogra!!” mas com certeza muita gente já deve ter sentido vontade de dizer isso, afinal, ele é muito gostoso. E por outro lado, quem num momento que seja não quis comer, mastigar e se deliciar  não só  com o olho da sogra, mas  com ela inteira, viva!

Para mim ele é o docinho mais exótico e mais gostoso. Todos, inclusive eu, amam brigadeiro, beijinho, cajuzinho e outros docinhos elegantes que vêm historia adentro de festinhas e eventos, mas para mim o olho de sogra é…impar, raro, enigmático, e uma oportunidade para compartilhar com o outro o que gosto e descobrir dele coisas que eu não sabia.

Explico:

Todos os docinhos são meigos, bem cuidados e o olho de sogra, bem…Ele de forma impar é quase assustador…Além de docinho ser doce, docíssimo e ele não é tão doce assim pelo gosto azedo da ameixa, acho que mais uma vez esse dá o motivo ao nome.

Responda-me quantas festas você foi e tinha o olho de sogra? Quantas padarias e confeitarias você entrou e encontrou o raro docinho? E quantas vezes você fez brigadeiro em casa e quantas vezes você fez olho de sogra em casa? Acho que suas respostas respondem o adjetivo “raro”.

E…O que o olho de uma sogra vê? O que um olho de uma sogra avalia? O olho é um portal da alma e – ai,ai, ai o que há de ter na alma de uma sogra? Experimente olhar pra o docinho, olhe bem profundamente…fixe o seu olhar…Ele vai te dizer algo!

E contextualizo que estou numa cidade bem diferente das cidades de onde cresci. Estou no norte e o norte do Brasil é muito especial e pouco comum. Aqui me deparei com poucas coisas que me lembrasse a identidade de nordestina. A música é diferente, o clima é diferente, o sutaque é diferente, não tem praia, não tem brisa e pouca rapadura…Mas estou hospedada ao lado de uma padaria que tem todos os dias, eu repito TODOS os dias uma bandeja cheia de olho de sogra para vender- Fico me perguntando se são os mesmos docinhos e que só eu compro, mas isso é outro detalhe que eu já posso justificar nas linhas acima. Mas fiquei encantada…

Poxa, eu encontrei bem do lado de onde estou hospedada algo que amo comer e me identifico muito. Eu cresci comendo rapadura e tentando encontrar olho de sogra nas festinhas e padarias de Fortaleza. Eu amo esse docinho impar e as pessoas acham isso meio estranho. Você também acha? E escolhi o olho de sogra para fazer uma coisa igualmente impar.

Compro todos os dias 6 docinho e escolho alguém para dividir. Conhecido ou desconhecido. E despretensiosamente pretendo presenteá-lo com algo que ele provavelmente nunca ganhou e ainda compartilhar um gosto exótico, nos dá um momento impar de um papo e ainda ver o quanto isso nos dá respostas de alguns enigmas da vida humana, afinal eu nunca sei o que pode ser dito por uma pessoa que come um olho de sogra. Umas delas me disse ” nossa, fazia tempo que eu não comia um docinho desse, não me lembrava que comer um olho de sogra iria me fazer tão bem, vou fazer isso mais vezes…que a minha sogra não me escute.’ Uma outra me disse mastigando o docinho “ Flor, eu tenho HIV…” – nossa, essa confissão não foi exótica, foi inesperada e chocante. Um outro ria tanto, ria tanto e me perguntou” Flor, o que você colocou nesse docinho?”.

Num outro momento sentei no banco perto da padaria. Esperei a primeira pessoa que sentasse comigo. Sentou uma mulher de seus 45 anos…Aceitou o presente, fomos comendo e ela me perguntando de onde sou, o que vim fazer por aquela cidade e ela foi falando dela, da vida dela, dos sonhos dela e já se passava mais de 1 hora que conversávamos e ela enfim me disse” Nossa conversa me deixou muito feliz, não esperava encontrar uma oportunidade de falar de mim e de ouvir alguém que eu nunca nem imagina que existia. O mundo ainda tem muita coisa boa para se viver”  e assim ela me abraçou e foi sem trocarmos telefones ou qualquer algema.

Ofereço a você um olho de sogra. Você quer?

Um docinho,

Flor Atirupa

As flores do meu jardim

Hoje estou morando no interior de Rondônia, no norte do Brasil. Moro longe da minha família, dos meus amigos e de um monte de gente que faz diferença na minha vida. Vivo numa linha tênue da solidão e da solitude.
Rubem Alves um escritor e ser humano importante na minha vida me ensinou numa crônica que escolheu uma arvore e a plantou num ponto especifico do seu jardim. Num ponto em que o vento vinha de todos os lados e tinha vista para o horizonte e deu nome a arvore em homenagem a um amigo revolucionário que viveu em busca da liberdade. Aquilo me emocionou de uma tal forma que li esse texto pra várias pessoas e uma delas resolveu fazer um pequeno jardim plantando um grupo de amigos, a qual faço parte, e isso alegrou a todos nós.
Nessa linha tênue da solidão e da solitude resolvi fazer um jardim repleto de flores que são homenagens as pessoas que amo. Meus país são um casal de papoulas… Minha mãe é uma papoula laranja cheia de energia como a guerreira que ela é. Já o meu pai é um degradê de vinho e rosa que faz a cor negra que ele tem exalar alegria e amor. Minha irmã, seu marido e seus filhos são azaléias nos tons de rosa que encantam a todos os olhos que chegam no jardim.
Assim fui plantando minhas irmãs, cada uma no seu tom. Elas florescem cada uma do seu jeito. Fui plantando meus amigos de natal, meus amigos do maranhão, meus amigos do Japão, do Canadá, de são Paulo, de Minas Gerais, inclusive, Regina, uma mineira que não para nunca, mesmo com aquele jeito manso típico do mineiro, floriu uma rosa a 10 dias e não murchou até então.
Planto um beijo branco pra uma amiga meiga, um beijo vermelho pra um amigo cheio de paixão pela vida, um casal de roseira para um casal perfeito, e assim, o meu jardim tá repleto de pessoas lindas….E me sinto acompanhada como se todos eles estivessem comigo o tempo inteiro.
O mais impressionante é que cada plantinha expressa o que está acontecendo com a respectiva pessoa. ISSO É AMOR! AMOR EM FLOR…Todos aos poucos vão se contagiando e o meu cuidado em regá-las transborda a fronteira da distância e Deus toca tudo e quando tem amor Deus uni as pessoas envolvidas.
Pouco a pouco vou revelando as flores que plantei para as pessoas homenageadas e sei o quanto todos nós ficamos felizes por estarmos pertinho um do outro mesmo quilômetros de distância de terra, ar, mar…Amanheço feliz quando penso que vou regá-las, quando vou conversar com cada uma delas e estamos sempre dispostas a nos ouvir e nos cuidar. O meu jardim é infinito…deixa meu dia mais colorido, mais belo e mais feliz.
Um abraço florido pra vocês

Exposição de tela: Toda forma de amar vale a pena

Oi gente,

Convido vocês para celebrar junto comigo o amor!!!!

É a minha primeira exposição de artes plástica…Muita emoção e muito encatamento invade meu coração para este momento. TUDO FOI CRIADO COM MUITO CARINHO E DEDICAÇÃO.

Com muitas cores, formas, purpurinas e lantejoulas em telas fui expressando as várias formas de amar que tocam nossos corações dia-a-dia. Imaginem uma Escola de samba chamada UNIDOS PELO AMOR com samba enredo TODA FORMA DE AMAR VALE APENA. Imagem só quem seria o mestre sala e a porta bendeira? Como seria a comissão de frente? Quais formas de amar estariam desfilando em alas pela avenida?

Foram essas as nuvens que passaram na minha mente e veio a inquietação da criação. Pesquisas, estudos e mais estudos sobre o assunto: amor e carnaval. Somei aí minha criança que tanto brincou com confete e serpentina, a minha paixão pelo carnaval e meu sonho em ser carnavalesca. Bem, o resultado será exposto dia 09( terça) no praia shopping em Ponta negra na loja ao lado dos caixas eletrônico com apoio cultural do Praia shopping e do grupo de chorinho NEM CHORO NEM VELA.

Conto com a presença de todos vocês, pois a festa é nossa!!!!

Data da exposição: de 09 a 21 de fevereiro de 2010.
Local: Praia shopping (Na loja ao lado dos caixas eletrônicos)
A abertura da exposição será no dia 09 de fevereiro as 19 hrs com participação do grupo de chorinho Nem choro nem vela.
Contato: Viviane Mendonça – 84 8862-3176
Flor Atirupa: 84 8874-5509

Um jeito engraçado de começar o ano…

Oi gente,
Eu adoro rir…na verdade , é uma das coisas que mais faço no meu dia-a-dia e escolhi esse texto para rirmos juntos. O ano iniciou e o Cantinho da Flor está aqui para CAMINHARMOS JUNTOS num ano de muitas realizações. A lista de orientações é num sutaque bem peculiar do nordeste. Vale o humor, e principalmente, vale seguir os conselhos com entusiasmo.
Aproveitem e um 2010 bem arretado Para todos nós.

Um ano novo bem arretado pra vocês tudim !!!!

Conselhos de um nordestino para um 2010 bem pai d’égua.

Sobre as suas metas para o Ano Novo

ü Anote os seus querê e pendure num lugar que você enxergue todo dia.

ü Mesmo que seus objetivos estejam lá prá baixa da égua, vale à pena correr atrás. Não se agonie e nem esmoreça. Peleje.

ü Se vire num cão chupando manga e mêta o pé na carreira, pois pra gente conseguir o que quer, tem é Zé.

ü Lembre que pra ficar estribado é preciso trabalhar.. Não fique só frescando.

Sobre o amor

ü Não fique enrolando e arrudiando prá chegar junto de quem você gosta. Tome rumo, avie, se avexe

ü Dê um desconto prá peste daquela cabrita que só bate fofo com você. Aperreia ela. Vai que dá certo e nasce um bruguelim réi amarelo.

ü Você é um corralinda. Se você ainda não tem ninguém, não pegue qualquer marmota. Escolha uma corralinda igual a você.

ü Não bula no que tá quieto. Num seja avexado, pois de tanto coisar com uma, coisar com outra, você acaba mesmo é com um chapéu de touro.

ü As cabritas num devem se agoniar. O certo é pastorar até encontrar alguém pai d’égua. Num devem se atracar com um cabra peba, malamanhado e fulerage. O segredo é pelejar e não desistir nunca. Num peça pinico e deixe quem quiser mangar. Um dia vai aparecer um machoréi da sua bitola.

Sobre o trabalho

ü Trabalhe, num se mêta a besta. Quem num dá um prego numa barra de sabão num tem vez não.

ü Se você vive fumando numa quenga, puto nas calças e não agüenta mais aquele seu chefe réi fulerage, tenha calma, não adianta se ispritar.

Se ele não lhe notou até agora é porque num tá nem aí se você rala o bucho no trabalho.. Procure algo melhor e cape o gato assim que puder.

ü Se a vida não está como você quer, num bote boneco, num se aperreie e nem fique de lundu. Saia com aquele magote de amigos pra tomar uns merol.

Tome umas meiotas e conte uma ruma de piadas que tudo melhora.

Sobre a sua vidinha

ü Você já é um cagado só por estar vivo. Pense nisso e agradeça a Deus.

ü Cuide bem dos bruguelos e da mulher. Dê sempre mais que o sustento, pois eles lhe dão o aconchego no fim da vida.

ü Não fique resmungando e batendo no quengo por besteira. Seja macho e pense positivo.

ü Num se avexe, num se aperreie e nem se agonie. Num é nas carreira que se esfola um preá.

Arrumação motivacional

ü No forró da entrada do ano, coma aquela gororoba até encher o bucho. É prá dar sorte, mas cuidado, senão dá gastura.

ü Tome um burrim e tire o gosto com passarinha ou panelada que é prá num perder a mania.

ü Prá começar o ano dicunforça:

ü Reflita sobre as besteiras do ano passado e rebole no mato os maus pensamentos.

ü Murche as orêia, respire fundo e grite bem alto:

Sai mundiça !!!

Agora é só levantar a cabeça e desimbestar no rumo da venta que vai dar tudo certo em 2010, afinal de contas você é nordestino. E para os que não são da terrinha, mas são doidim prá ser, nosso desejo é que sejam tão felizes quanto nós.

Ano 2010-Regido pelo planeta Vênus

O ano de 2010 é o ano regido pelo planeta Vênus…As palavras chaves deste ano é o amor e a beleza. Como vc está se relacionando com o mundo em sua volta? Como vc está se relacionando com vc mesmo? Qual os sentimentos que vc está deixando fluir de dentro de vc?
No trabalho, no seu relacionamento amoroso, na sua casa, nos seus relacionamentos de amizade enfim, todos os aspectos da sua vida vão exigir mais sensibilidade e emoção.
Ano de 2010 é o ano 03! o que isso significa? Venha mapear esses numero na sua vida, venha mapear o que essas energias podem elevar a sua qualidade de vida.

Invista em vc e em quem vc ama!
O valor da consulta é 50,00.

Venha…Indique..presentei alguém que vc quer bem e vamos vibrar justos a energia que esse mundo tanto preciso: O AMOR!!!!

VOCÊ QUE ESTÁ FORA DE NATAL TBM PODE FAZER… Fale comigo:
(84) 8874 5509
floratirupa@cantinhodaflor.com